Inicial

CIFA

História

- Escola Especial para Surdos Frei Pacífico-

Desde 1956 comprometida com a Educação de Surdos

 

Traçando a linha do tempo desses quase 60 anos, percebemos que muitos foram os profissionais, alunos, familiares e Irmãs da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida, que passaram pela escola, comprometidos com a realização do sonho de Frei Pacífico de Bellevaux e Madre Clara Maria, acreditando na capacidade do surdo para desenvolver suas habilidades e participar ativamente do mundo ouvinte em que vive.

 

  • 24/09/56: iniciou-se o trabalho educacional com a criança surda, o espaço físico eram composto de casas transformadas em salas de aulas, dormitórios, refeitórios e outros, pois na época existiam os regimes de externato, semi internato e internato (hoje, extinto), atendendo somente meninas surdas.
  • 1963: através de convênio com o Governo do Estado, foram construídos dois pavilhões pré-fabricados, possibilitando comportar melhor os alunos.
  • 1974: começa a funcionar na Escola, a Clínica Especializada em Comunicação para dar aos surdos melhor atendimento com novos recursos e técnicos especializados, abrangendo as áreas de otorrionolaringologia, serviço social, psicologia, fonoaudiologia, estimulação precoce e audiologia, no ínício através de convênios com a LBA, hoje, extinta, mas que ainda continua com a Fundação de Assistência Social e Cidadania – FASC.
  • 1979: um sinistro danificou as salas de aula. Então, por um período, as aulas e os dormitórios das alunas surdas aconteciam nas dependências da Escola de Educação Básica Rainha do Brasil. Em 1981, ocorreu a inauguração do novo prédio da Escola.
  • 1999: aconteceu a alteração do tradicional nome da unidade educativa: “Ephpheta” – Instituto Frei Pacífico, para Escola de Ensino Fundamental Frei Pacífico – Educação para Surdos.
  • 2000: a escolarização comportava da Educação Infantil a 5a série do Ensino Fundamental, a partir, deste ano, foram aprovadas as séries finais, sendo no ano de 2002 a formatura da 1a turma do Ensino Fundamental.
  • 2008: a escola passou a se chamar Escola Especial para Surdos Frei Pacífico.
  • 2009: foi inaugurado o Ginásio da Escola e o Centro Social, espaço onde se realizam diversos programas e projetos sociais que atendem as crianças e adolescentes surdos e suas famílias e também são oferecidos Curso de LIBRAS.                                                                          

,

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“A criança surda necessita ser compreendida e amada,

ela é criança antes de ser surda: possui em geral,

inteligência em potencial necessitando de estimulação”.

   (M. Clara Maria)